Fazendo uma limpeza profunda

por bonita detox


Não adianta gostar de si mesma só um pouquinho. Se você realmente quer desintoxicar, tem que ser mais apaixonada por você do que por brigadeiro, pudim de leite e Coca-Cola. Tem que ter um carinho grandão pela pele e por todo o funcionamento digestivo, que é, afinal de contas, o responsável número 1 por aquilo que a gente mostra do lado de fora. Faz um tempo que venho pesquisando truques, receitas e ingredientes detox, fazendo de mim mesma uma cobaia maluca. Testei coisas legais, coisas não tão legais e sofri feliz sabendo que estava reeducando minha rotina alimentar e começando a ver o mundo mais colorido. Sim, porque toxinas causam todo tipo de desconforto emocional (pardon psiquiatras e afins, mas é fato). Fora que a beleza grita quando a gente tá de bem com o prato. A partir desta constatação, o supermercado ganhou status de loja de cosméticos e agora, nem a Sephora (tá chegando, hein?) desbanca o meu querido Santa Luzia. Para começar, uma listinha de compras que recomendo para quem quer dar o primeiro passo para uma pele de boneca. Depois vou falar de cada ingrediente, mas para começar você tem que redecorar seus armários de cozinha e sua geladeira. Não reparem na lista randômica, aí vai:

  • Óleo de coco virgem (recomendo o Dr. Orgânico)
  • Azeite de oliva extra virgem (tô amando o Oliveira da Serra)
  • Stevia
  • Linhaça
  • Arroz integral orgânico (o germinado é deliciosamente macio)
  • Chá a granel, de flores de camomila (não compre os muito moídos, compre com flores e cabinhos), de erva-doce, cidreira.
  • Cravo
  • Canela
  • Framboesas (anti-fúngico natural, amo)
  • Moranguinhos orgânicos
  • Alho
  • Cebola branca e roxa
  • Salsinha, cebolinha, manjericão o hortelã frescos
  • Pão 100% integral
  • Linhaça
  • Farinha de coco
  • Aveia
  • Leite de arroz e de aveia sem adição de açúcar (obrigada, Biov, u rock)
  • Bolachas de arroz integral (o isopor :P)
  • Abóbora japonesa, rabanete, cenourinhas baby, beterraba, inhame, tomates, quiabo, jiló, tudo orgânico
  • Alface, couve, agrião, muito verdes orgânicos liberados, à la vonté
  • Mais frutinhas legais: kiwi , abacate, maçã e pera
  • Água de coco (esqueça as caixinhas, me refiro à “tirada” na hora, tá? No Pão de Açúcar vendem garrafinhas de água fresca)
  • Água mineral
  • Lactobacilos vivos em cápsulas ou pozinho para misturar em água ou suco. Não, não comprem Yakult faizfavor.
  • Iogurte orgânico natural sem açúcar (o da marca Caipirinha é bem gostoso e sem aditivos químicos)
  • Sal do Himalaia (porque tem 84 elementos naturais, vem sem iodo e porque é rosa e lindo)
  • Pimentas para moer na hora, preta, rosa, verde e branca
  • Alga kombu
  • Suco de Aloe natural, sem sabores extras
  • Frango caipira, fígado de boi picadinho, filet mignon, peixes (este não é um blog vegano)
  • Ovos de galinhas felizes (orgânicos)

Acho que com isso já dá para começar. No próximo post, vou passar os primeiros dias de dieta. Au revoir! =)

Anúncios