Interiorizando

por bonita detox

Não existe nada mais gostoso que colinho da família, né? Estou num pedacinho de paraíso cheio de montanhas, lagoas, cachoeiras e ipês de um rosa que a MAC não faz. Saí de um frio de cobertor para biquíni e piscina o dia inteiro. Estou aproveitando os benefícios do sono tranquilo, da certeza de acordar em um ninho de amor, com pessoas that really CARE. Isso faz tanta diferença! Bem, vamos falar de sono. Dormir no interior é bem diferente de dormir na cidade grande, os barulhinhos relaxam, tem grilo, tem sonzinho de rio e de viola bem lá longe e, importantíssimo, tem silêncio a maior parte da noite. O ar é leve, a água é pura, da nascente. Minha pele está competindo com qualquer bebê J&J e ganhando fácil. Tudo muda, os pensamentos se encaixam, você vê quanta energia gasta à toa, quanto problema imaginário. A comida é a mais pura, o manjericão nasce florindo em vasinhos. Tem horta com o espinafre mais saboroso que eu conheço e a cartomante mais deliciosamente sarcástica, amiga e certeira do mundo. Sônia Dietrich RULES! =P Tenho acordado as 7 da manhã, andado de bicicleta a maior parte do dia, quando não estou nadando. Rabo de cavalo e protetor solar 50, shortinho e mil estradinhas encantadas, em bosques nunca dantes pedalados. À noite, colo de mãe e todos os filmes do Woody Allen que estamos revendo juntas, (pra dar um up na charmosa paranóide, que não quero virar monja, oras!). Detox em São Paulo é questão de consciência, aqui é tão natural quanto respirar ar puro. Gente bonita, fuja enquanto é tempo. Vou fazer isso pelo menos uma vez por mês. =)


Anúncios