Lendo na cozinha

por bonita detox


Livros de culinária começam com Dona Benta e acabam com física quântica. Pelo menos aqui em casa. Onde posso, tenho livros e receitas espalhadas dentro deles. E cada um me dá, de forma particular,  idéias excelentes de comidinhas revitalizantes. O mais especial de todos é um escrito à mão pela minha mãe, com aquelas delícias que eu tento copiar e ela jura que eu cheguei lá. Como falamos muito de purificação aqui, acho legal ler coisas que expurguem os demônios e faxinem a alma. A gente não nasceu para ser uma coisa estática. O trabalho é a mudança. Quem não pecebeu isso está dormindo no cinema. Então, recomendo leituras gastronômicas, Nina Horta, Sônia Hirsch e Jamie Oliver, mas também Amit Goswami, Fernando Pessoa, Nelson Rodrigues, Clarissa Pinkola-Estés, Kenneth Tynan e Samuel Beckett, só pra começar. Sopa de letrinhas para o jantar. Sejam doces, mas nunca cristalizem. Um beijo.

Anúncios