Achiropita Detox

por bonita detox

As saladas que me perdoem, mas não perdoei o encerramento da 85ª Festa de Nossa Senhora Achiropita. É tanta alegria, tanto Sole Mio, tanta comida colorida, que só isso já faz um bem enorme para a gente. Andamos, rimos, bailamos e obviamente comemos muito. A fila da polenta à bolognesa estava comparável às filas de emprego da Praça da Sé, e mesmo assim, encaramos com todo o bom humor italiano, gesticulando e gritando parole d’amore inventadas na hora. O molho estava sensacional, ácido de queimar a boca, puro tomate puro. Mais uma caminhada e lá estávamos nós na fila de outro prato de cair o queixo, feito pelas mammas mais fofas do pedaço. Saindo da festa, já descobrimos um lugarzinho delicioso para tomar sopa de madrugada. Próxima parada. Comer é viver. E felicidade faz tão bem para o sistema imunológico quanto cápsula de alho. Viva l’Itália e o Bixiga!

Anúncios