Vou contar para o seu pai que você namora

por bonita detox

Eu que fui uma criança-passarinho, dessas que comem as frutas na árvore, me esbaldei nas amoreiras carregadas ontem, em um lindo dia de sol com a família. Adivinha quem ganhou o troféu da mais tingida do ano? Eu, né? Meu apetite é meio exagerado e acho que comi um balde de amoras. A língua ficou tipo Gene Simmons, uma beleza. Unhas, dentes, tudo roxo. Nada que um kg de sabão não tenha resolvido mais tarde. Estou passando bem aqui, onde não tenho problema algum para resolver e as coisas aparecem como mágica na minha frente: um suco de grapefruit fresco, uma sopinha de inhame roxo com cenoura, um chazinho verde. São os mistérios da tecnologia chamada “mamãe”. E uma mamãe que sabe das coisas. Não sei ainda o que faço em São Paulo. Pensando seriamente em visitar lá de vez em quando e morar aqui. Será? =) Hmmm, a neurose não deixa. Nem o ballet! 😛


Anúncios