Easy like Sunday Morning

por bonita detox

O desapego mora embaixo da minha cama e puxa minha perna toda noite. Putz, que merda que é ter ciência de que é preciso soltar as coisas, que nada de fato é nosso, por mais que a gente ame. Se não é para se estabelecer, se não é para impermenentemente andar de mãos dadas, melhor desistir, melhor let it go. Nem o ar que a gente respira é nosso, a gente inspira e devolve, já pensaram nisso? Nem nosso corpo é nosso, ele é finito, ele vai virar pó. Talvez a única coisa que seja nossa mesmo, é a sábia decisão de tirar o time de campo e estar preparada para um novo começo. Eu sou dessas que amam intensamente, apaixonadamente, devotadamente. Não sei ser infiel, não sei ser morna, não sei ser política nem muito menos disfarçar sentimentos. Estou sabiamente aprendendo a partir. Acho que era a lição que me faltava. Quero poder esquecer a minha vontade, o que eu acho bom para mim, quero aprender a esperar que o melhor aconteça, que venha heroicamente, que venha rolo-compressor, que venha e me arrebate. Não posso tomar água pura em um copo sujo de Coca-Cola, right, Jesus? Megalomaniacamente romântica e com alma de princesa medieval, aguardo o meu guardado.

 

Anúncios