Meus gurus particulares Part l

por bonita detox

Se a gente quer cuidar da saúde, do corpo, da beleza e da alma é melhor não estar sozinho(a). Por conta de uma alergia fiz um caminho longo até chegar nas pessoas certas. E percebi que aquilo que dizem: “quando o discípulo está pronto, o mestre aparece”, se aplica em quase todas as áreas da nossa vida. Então resolvi dedicar estes próximos posts a meus gurus particulares, profissionais que não foram apenas médicos, dentistas ou astrólogos. Foram gênios na arte que escolheram e merecem meu révérance. Para começar, meu corpo e meus músculos não seriam o que são hoje se não fosse a Karen Ribeiro. Definitivamente, a redatora que abandonou o ballet voltou totalmente crua para a sala de aula. Com o tempo, fui percebendo que aquilo não seria apenas uma sequência de passos, mas o grande passo que eu daria, guiada por ela, em direção a nova vida que eu queria construir para mim. O ballet, segundo a Karen, é um exercício de humildade. Quanto mais se acha que sabe, mais chances de dar com a cara no chão em uma pirueta desastrosa. Ela é sábia, fala sempre coisas que me fazem sorrir por dentro, mesmo na hora da maior dor enfiada naquela maldita Gaynor box 4 que insiste em não se adaptar aos meus pés. Sim, dear, eu que tenho que me adaptar a ela. Eu que tenho que insistir e persistir neste jogo, com muito mais tenacinade do que faço com todas as séries do Angry Birds incluindo Seasons 2011 e 2012. O ballet me deixou mais teimosa. A Karen, me ensinou que não temos limites. Ela poderia ser minha professora de Kabbalah, mas ela é minha Maestra de clássico.

Outra, que pelo amor dos meus caninos, arrasa e não faz pose, é a Cris Moreno. Discutimos, durante as horas que passo em seu consultório, sobre a vida, os aspectos fracionados dos relacionamentos, sobre o amor, fé e maquiagem. Não, ela não é minha psicóloga. E confesso, é meio difícil parar de conversar com ela, mesmo estando com a boca cheia de algodão e anestesia. A Cris é a melhor dentista da face da terra. Senso estético de escultora. Na verdade ela é uma escultora. De marfim. Clap, clap.

Depois tem mais. Au revoir!

Anúncios